domingo, 11 de julho de 2010

um pouquinho de equilibrio

Pense no azul. Na cor da azul. Sua mente pode estimular diversas tonalidades, mas sera sempre azul. Agora mantenha essa cor, esse pensamento. Dificil. Mas se nos esforçarmos e pensarmos "azul azul azul azul..." talvez consigamos. Se no meio da sua meditação de azul, alguem pronunciar a palavra vermelho, o foco pode se perder. A mentalizaçao da cor se mistura. No meio do azul aparece um grande vermelho.
Assim eh com muitos de nossos pensamentos. Estamos mergulhados num mundo de influencias. Digamos de cores e tons diferentes. Se escolhemos um objetivo ou traçamos um rumo diferente daquilo que se ve ao redor, nossa concentração eh mais laboriosa e nosso esforço requer mais sacrificio. Nao que ouvir diferentes opnioes seja errado. Ao contrario. Eh mais que construtivo. Entretanto, faz-se necessario saber lidar com diferenças sem manipulaçoes ou imposiçoes. Respeitando as prioriodades de cada ser. Com seu grau de entendimento do mundo. E isso nao eh tao dificil de se perceber. Basta ser um pouquinho mais tolerante. Impor seus limites com amor. Ja pensou nisso? Como impor limites com amor? Sem melindres?
As falhas de identificaçao de sentimentos confundem as mentes. Misturando o orgulho, vaidade e egoismo. Dai vem as mas interpretaçoes, as brigas sutis que minam os relacionamentos.
Essa eh a grande busca do momento. O equilibrio do convivio. Temos objetivos morais a serem alcançados. Mudanças em nos mesmos que queremos fazer. Como na nossa vida tambem. Tentamos manter o foco, mas em um minuto de nao vigilancia nos perdemos, porque deixamos que outras "cores" nos tirem atençao. Temos no intimo, de acordo com nossas convicçoes, as soluçoes e as metas que queremos alcançar, porem eh preciso ter vontade. A vontade nos impulciona ao trabalho e diaria reformulação mental. O incomodo causado por uma ideia de avanço eh o que nos traz os ataques. Nos minimos detalhes somos convidados a esquecer a ideia de tentar melhorar nossa alma. Se somos teimosos, dizem que assim seremos pra sempre. Se queremos ter mais paciencia, nos dizem que eh impossivel nesse mundo. Se tentamos ser mais humildes, ha os que nos acusam pedantismo. Esses sao aqueles que gritam "vermelho vermelho" quando se quer ter o foco no azul. Temos que ter fe. Nao a fe cega e distorcida, pregada aos quatro cantos do mundo. A fe raciocinada. O acreditar em algo embasado em fatos que ja provaram que aquela vontade pode dar certo.
Temos dores. Muitas. Esmorecemos por vezes em funçao delas. Mas precisamos nos encher de animo e acreditar em nossas proprias mudanças. Pois essas com certeza serao para o nosso proprio progresso. Num futuro nao tao distante. Que possamos ter a vontade de manter o "azul azul azul..." em nossas mentes, nos vigiar, ter certeza dos nossos objetivos. O universo nao conspira contra nos. So quem pode conspirar contra nos somos nos mesmos. As vicissitudes encontradas sao so recursos para progredirmos e aprendermos cada vez mais. So quero ser otimista. So quero tentar olhar o lado positivo dos sofrimentos. Se temos vontade de mudar, eles nos sao proveitosos. Se não, sera so mais martirios desse mundo.